Administrador de Dados – Pleno

Formação:

  • Graduação na área de Tecnologia da Informação ou nível superior em qualquer área com pós-graduação na área de Tecnologia da Informação em nível de especialização ou mestrado ou doutorado, fornecido por instituição de ensino superior reconhecido pelo Ministério da Educação – MEC, ou pelo órgão competente para tanto no país de emissão do diploma.

Conhecimento Técnico Obrigatório:

  • Projeta modelos de dados (conceitual, lógico e físico);
  • Acompanha e orienta as equipes durante a modelagem de dados;
  • Avalia modelos de dados produzidos pelas equipes de desenvolvimento;
  • Apoia na busca e utilização de informações corporativas e compartilhadas;
  • Dissemina os conceitos das entidades representadas nos modelos de dados;
  • Mantém atualizados os repositórios de modelos de dados e metadados;
  • Propõe mudanças na arquitetura corporativa dedados;
  • Realiza estudos sobre a análise de impacto das alterações propostas nos modelos de dados corporativos e compartilhados;
  • Emite relatórios técnicos e pareceres sobre o uso dos metadados nos âmbitos conceitual e lógico;
  • Apoia os demais profissionais nas atividades referentes à qualidade de dados e gestão de dados mestres e de referência;
  • Apoia na elaboração de Vocabulário e Glossário corporativo de dados, metodologia de gestão e governança de dados e demais documentos relativos à gestão de dados;
  • Apoia na criação e manutenção de padrões e políticas para bancos de dados;
  • Apoia no gerenciamento da disponibilidade e performance de banco de dados;
  • Mantem os SGBDs em funcionamento, garantindo a sua estabilidade, confiabilidade, desempenho;
  • Mantem documentação completa da instalação e funcionamento dos SGBDs, inclusive topologias dos nós de clusters e sistemas de balanceamento de carga.

Conhecimentos de tecnologia:

  • Conhecimentos em administração de dados;
  • Domínio de tecnologias de bancos de dados relacionais e não relacionais (Oracle, MS SQL, MySQL, PostgreSQL e DynamoDB);
  • Experiência em modelagem e arquitetura de dados;
  • Habilidades em gestão de projetos nos modelos Tradicionais e Ágil;
  • Experiência prática com métodos ágeis (SCRUM; SAFe);
  • Experiência com implementação de projeto de banco de dados;
  • Experiência com implementação, manutenção, monitoração e tunning do SGBD relacionais e não relacionais;
  • Experiência em migrações de base de dados entre SGBDs distintos;
  • Utilização de linguagem SQL e PL/SQL.

Experiência mínima exigida:

  • 4 (quatro) anos na garantia da qualidade das estruturas dos metadados das soluções alinhadas aos padrões de arquitetura de dados da organização, apoia na organização da informação corporativa objeto das aplicações em desenvolvimento, na garantia da integração e na aplicação das melhores práticas de administração de dados corporativos.

Menu